Curtir e Compartilhar:

O Ministério dos Transportes do Japão revelou que as empresas de aviação Japan Airlines (JAL) e All Nippon Airways (ANA) deixaram de realizar o teste de bafômetro em muitas ocasiões desde o ano passado.

A constatação feita pelo ministério foi comprovada em uma série de entrevistas realizadas no mês passado com pilotos das duas empresas.

Estima-se que a ANA tenha deixado de realizar o processo em 393 ocasiões durante novembro de 2017 e novembro de 2018 em voos saindo do aeroporto de Haneda.

O motivo para o desleixo foi a agenda apertada de voo das companhias, que incluíram alterações repentinas de cronograma, a fila de pilotos para realizar o exame e a necessidade de cumprir o horário de partida dos voos.

No caso da JAL os números indicam que entre 100 e 200 exames tenham deixados de ser feitos desde agosto do ano passado, embora o número não seja exato, pois as investigações ainda estão em andamento.

O ministério afirmou, no entanto, que o fato dos exames não terem sido feitos, não significa que os pilotos embarcaram embriagados, embora a possibilidade exista.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: