Curtir e Compartilhar:

TOKYO – Na tentativa de reduzir o desperdício de alimentos, o presidente da Seven-Eleven Japan, Fumihiko Nagamatsu, disse que a empresa pretende aumentar a vida útil de seus produtos de arroz “onigiri” em aproximadamente duas vezes que o limite atual.

Com isso, as lojas poderiam estender o tempo em que deixam os onigiris à venda durante o período limite de um dia e meio a dois dias. A partir de março de 2021, a empresa pretende apresentar sequencialmente produtos com prazos maiores de validade.

Os planos vieram à público durante uma entrevista com o Mainichi Shimbun. 

No 7-Eleven, os onigiris são limitados a uma vida útil de cerca de 18 horas porque não tem conservantes para manter sua qualidade.

Em média, cada filial da 7-Eleven vende em média cerca de 200 bolinhos de arroz por dia. Quando os produtos sobram e não seja mais considerados adequados para venda, são descartados. Nagamatsu disse que, ao dobrar a vida útil dos produtos, a empresa espera que o desperdício de onigiris caia cerca de 50%.

A empresa está investigando a possibilidade de evitar o uso de conservantes, colocando nitrogênio nas embalagens dos produtos para mantê-los frescos. Como os bolinhos de arroz são embalados, a empresa está realizando diferentes testes para cada produto. Nagamatsu enfatizou: “Queremos começar com produtos cujos bons sabores possam ser mantidos.”

Cerca de 85% dos produtos vendidos nas lojas 7-Eleven no Japão têm vida útil de um dia ou mais, e a empresa estabeleceu a meta de fazer com que 90% de seus produtos atinjam a mesma longevidade. A empresa espera que pode chegar perto de 100% se puder estender os limites dos bolinhos de arroz onigiri. Nagamatsu disse: “É responsabilidade corporativa reduzir o desperdício de alimentos.”

Fonte: The Mainichi – Foto: Hajime Nakatsugawa

Curtir e Compartilhar: