Curtir e Compartilhar:

Noventa por cento dos jovens pertencentes descendentes de japoneses em todo o mundo querem fazer conexões com “nikkeis” em outros países, de acordo com a primeira pesquisa de conscientização de jovens adultos nikkeis.

A pesquisa também descobriu que 74% dos entrevistados têm um forte senso de identidade nikkei e que 82% escolhem a palavra japonesa “gambaru” ou “faça o melhor”, como o valor japonês mais importante que molda sua identidade nikkei.

“Uma das principais conclusões desta pesquisa é que os jovens nikkeis adultos desejam construir uma comunidade global e desenvolver uma conexão internacional e compreensão de uma identidade nikkei global”, disse a Nippon Foundation, uma organização sediada em Tóquio que conduziu a pesquisa com o Museu Nacional Japonês Americano em Los Angeles.

No entanto, a pesquisa pode não ser necessariamente um reflexo preciso das opiniões de cerca de 3,8 milhões de descendentes de emigrantes japoneses em todo o mundo, porque foi conduzida principalmente por organizações nikkeis, que tendem a envolver pessoas com maior interesse no Japão.

A pesquisa foi realizada em 2019 e cobriu cerca de 3.800 nikkeis com idades entre 18 e 35 anos, com a participação em 36 países da América do Norte à América do Sul, Ásia e Europa.

A foto mostra uma família de ascendência japonesa olhando para o retrato de sua família em Piedade, São Paulo, Brasil, em março de 2014. (Kyodo)

Além de “fazer o melhor”, 78% citaram “sonkei” ou “respeito” como o valor mais importante para um nikkei, 69% selecionaram “kansha” ou “gratidão” e 68% escolheram “mottainai”, um expressão de pesar quando algo é usado de forma desnecessária.

Os entrevistados têm diferentes níveis de proficiência na língua japonesa, com 7% não falando nada, 29% falando poucas palavras, 25% falando pouco e 17% falando muito.

21% citaram o anime como fonte de aprendizagem sobre a cultura pop japonesa, seguida do manga com 14%, e do karaokê com 13%.

34% disseram que comem comida japonesa uma ou duas vezes por semana em casa e 36% comem fora em restaurantes japoneses algumas vezes no mês.

“Ser nikkei é entender e praticar os princípios japoneses enquanto se adapta aos valores de seu país de origem. Nikkei é uma pessoa que pode encontrar o equilíbrio entre os dois mundos”, disse um entrevistado no Brasil à a Nippon Foundation.

Fonte: Kyodo

Curtir e Compartilhar: