Curtir e Compartilhar:

O primeiro-ministro Shinzo Abe realizará uma entrevista coletiva no sábado (29) para explicar seu plano de fechar escolas em todo o país, em um esforço para conter a propagação do novo coronavírus.
O governo japonês pediu na última sexta-feira (28) que escolas de ensino fundamental, médio e outras escolas, fechem de segunda-feira até as férias de primavera no final de março.

O secretário-geral adjunto do gabinete, Akihiro Nishimura, explicou o propósito da solicitação aos partidos governantes e da oposição, pedindo compreensão de todos. Mas as autoridades do partido disseram que as escolas não estão prontas e são necessárias mais medidas.
O ministério da educação está pedindo às crianças que fiquem em casa em princípio.
Ele diz que desconsiderará a escassez de horas de aula nas escolas e está pedindo que as escolas de ensino médio avaliem com flexibilidade os créditos dos alunos.

O ministério do trabalho planeja fornecer apoio aos pais que teriam que tirar folgas do trabalho para cuidar de seus filhos, bem como das empresas onde trabalham. Também está considerando conceder um subsídio aos trabalhadores de meio período.

O governo também está pedindo às operadoras de programas de atendimento após as aulas que estendam seu horário de funcionamento para oito nos dias úteis.
Mas funcionários de governos municipais e conselhos de educação manifestaram preocupação com o plano.

Curtir e Compartilhar: