Curtir e Compartilhar:

A mudança pode ocorrer já a partir de terça-feira (7), informou o jornal Yomiuri, já que o número de infecções supera 1.000 casos só em Tóquio.

Abe anunciará seus planos de declarar a emergência na segunda-feira, acrescentando que a prefeitura de Hyogo também pode ser coberta pela declaração.

Segundo uma lei revisada em março para cobrir o coronavírus, o primeiro-ministro pode declarar estado de emergência se a doença representar um “grave perigo” para a vida e se sua rápida disseminação puder ter um enorme impacto na economia. O vírus já aumentou o risco de recessão no Japão.

A medida daria aos governadores de regiões atingidas autoridade legal para pedir às pessoas que fiquem em casa e que as empresas fechem, mas não para impor o tipo de bloqueio visto em outros países. Na maioria dos casos, não há penalidades por ignorar solicitações, embora a conformidade pública provavelmente aumente com uma declaração de emergência.

Curtir e Compartilhar: