Curtir e Compartilhar:

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro criticou na quarta-feira (14) a vitória da chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner nas eleições preliminares da Argentina.

“A Argentina está mergulhando no caos, a Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque nas primárias bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, afirmou Bolsonaro durante evento no nordeste.

Bolsonaro chamou os dois candidatos de “bandidos de esquerda” em resposta às declarações de Alberto Fernández de que o presidente brasileiro é “racista, misógino e violento”. O candidato argentino deu estas declarações também em resposta aos comentários de que uma onda de imigrantes chegaria no Brasil caso políticos de esquerda ganhassem as eleições na Argentina.

O apoio de Brasília vai para o candidato Mauricio Macri, que concorre a reeleição. Macri tenta ganhar apoio popular com um aumento no salário mínimo, nos bônus aos trabalhadores e congelamento no preço da gasolina por 90 dias.

Bolsonaro aproveitou o episódio e voltou a criticar os chamados “esquerdas” e “comunistas”, usando novamente a palavra cocô, que anda na moda dentro da boca do presidente.

“O Mão Santa [prefeito de Parnaíba] me disse uma coisa: ‘Vamos acabar com o cocô no Brasil’. O cocô é essa raça de corruptos e comunistas. Nas próximas eleições, nós vamos varrer esta turma vermelha do Brasil. Já que na Venezuela acabou, vou mandar esta cambada para lá”, afirmou.

Fonte: G1 
Curtir e Compartilhar: