Curtir e Compartilhar:

BRASÍLIA – O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira (9) que o presidente Jair Bolsonaro irá cumprimentar o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, “na hora certa”, e que deve esperar o final de processo de judicialização do resultado que o atual presidente, Donald Trump, promete promover.

“Eu julgo que o presidente está aguardando terminar esse imbróglio aí de discussão se tem voto falso, se não tem voto falso, para dar o posicionamento dele. Eu acho que… É óbvio que o presidente na hora certa vai transmitir os cumprimentos do Brasil a quem for eleito”, disse Mourão ao ser questionado sobre a demora de Bolsonaro em se pronunciar sobre a eleição presidencial norte-americana.

Até este momento mais de 100 chefes de Estado e de governo já cumprimentaram Biden pela eleição. Na lista estão a maioria dos presidentes da América do Sul -inclusive Nicolás Maduro, principal desafeto dos EUA na região- e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, um dos principais aliados de Trump.

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e do México, Andrés Manuel López Obrador, e o líder da China, Xi Jinping, três países com relações intensas com os EUA, também não cumprimentaram o presidente eleito norte-americano. Nos três casos, no entanto, os governos reconheceram o processo eleitoral e informaram que aguardarão o final de todos os procedimentos.

Fonte: Reuters

Curtir e Compartilhar: