Curtir e Compartilhar:

Tóquio- O brasileiro Kazuo S, de 42 anos morador da província de Saitama, conta que sentiu febre alta e falta de paladar na quarta-feira 22 de abril, para Kazuo, era apenas mais uma “gripe” mas o quadro se agravou na madrugada do dia 24. A esposa chamou a ambulância que demorou cerca de 15 minutos para chegar na residência. O brasileiro ainda teve que esperar quase 30 minutos dentro da ambulância porque os enfermeiros não conseguiam encontrar um hospital que pudesse atende-lo. Após o exame no hospital foi confirmado que ele estava com covid-19. No dia seguinte o quadro do paciente piorou muito com a insuficiência respiratória. Kazuo teve que ser entubado para receber o oxigênio. Ele, relata que o tratamento foi dolorido e por muitas vezes achou que fosse morrer.  A esposa vez o teste de covid-19 e deu negativo. O brasileiro teve alta na segunda-feira (4) de manhã e disse que não sabe como se infectou com a doença, mas confessa que não estava levando a sério as recomendações de prevenção. Kazuo, faz um apelo para os brasileiros não subestimar a doença porque o coronavírus é coisa seria e o tratamento é mais doloroso do que ele imaginava, principalmente por causa dos tubos de oxigênio.

Curtir e Compartilhar: