Curtir e Compartilhar:

Estima-se que dois mil trabalhadores sejam afetados negativamente pela decisão da unidade filipina da Honda Motor Co. de interromper sua produção local, afirmou na última segunda-feira (24) a maior coalizão trabalhista do país.

Alan Tanjusay, porta-voz do Congresso Sindical das Filipinas, disse que além dos quase 400 funcionários regulares da empresa, muitos outros funcionários de empresas que fornecem peças para a Honda Filipinas estariam também sem trabalho.

“O maior problema são os fins de contratos de trabalhadores contratuais que prestam serviços em seis unidades de fornecedores de peças da Honda. Eles não terão retribuição nem benefícios após o encerramento do contrato.” disse Tanjusay, acrescentando que foi enviado advogados para que a organização oferecesse assistência e ajuda legal àqueles que serão afetados.

O Departamento de Comércio e Indústria das Filipinas decidiu avançar para ajudar com a situação, reunindo-se com executivos da empresa para discutir alternativas e como minimizar o impacto negativo.

“A estrutura de custos de sua montadora local, que tem cerca de 380 trabalhadores, é basicamente desafiada e não há proteção tarifária, tornando a importação de veículos uma alternativa mais barata”, afirmou.

No fim de semana, a Honda Cars Philippines Inc. anunciou que interromperá as operações de produção em março, citando a necessidade de “alocação e distribuição eficiente de recursos”.

Curtir e Compartilhar: