Curtir e Compartilhar:

Um terceiro grupo de passageiros do navio de cruzeiro atingido por vírus no Japão deixará o navio na sexta-feira.

A infecção por coronavírus foi confirmada em 634 passageiros e tripulantes do Diamond Princess, atracados no porto de Yokohama, perto de Tóquio.

O Ministério da Saúde do Japão havia anunciado que pessoas que apresentassem resultado negativo para o vírus e não apresentassem sintomas teriam permissão para desembarcar do navio a partir de quarta-feira, após um período de quarentena de 14 dias.

O ministério diz que 443 retornaram à terra seca na quarta-feira e 274 na quinta-feira.

Diz que mais 450 pessoas devem desembarcar na sexta-feira.

No entanto, o ministério está pedindo a quem testou negativo, mas compartilhou uma cabine com um passageiro infectado, que permanecesse no navio por 14 dias após a separação.

Os funcionários do ministério pedirão aos que voltaram para casa que verifiquem sua saúde por duas semanas e evitem sair, a menos que seja absolutamente necessário.

Os funcionários também pedirão que fiquem longe da escola ou do local de trabalho se desenvolverem sintomas como febre ou tosse.

Os oficiais discutirão medidas para a tripulação com o operador do navio. Eles dizem que os funcionários que desejam desembarcar podem ter permissão para fazê-lo.

Curtir e Compartilhar: