Curtir e Compartilhar:

WASHINGTON – O chefe de gabinete do governo japonês, Suga Yoshihide, chegou na quinta-feira (9) nos EUA para participar de uma série de reuniões com autoridades americanas.

O encontro durará 4 dias e a visita de Suga é considerada como extremamente incomum, visto que o chefe de gabinete raramente participa de visitas ao exterior.

Suga chegou por volta das 18h30 da quinta-feira nos EUA e foi recebido pelo Secretário do Estado dos EUA, Mike Pompeo.

Os dois conversaram brevemente sobre a situação na Coreia do Norte, em especial, após o lançamento dos novos mísseis pelo regime de Pyongyang. Suga e Pompeo trocaram opiniões sobre como convencer a Coreia do Norte em abandonar as armas nucleares e prometeram que EUA e Japão vão manter uma estrita cooperação para solucionar os problemas.

Outro tema que foi conversado pelos dois políticos e que deverá ser discutido durante os quatro dias é a situação dos prisioneiros japoneses na Coreia do Norte. O governo japonês tem planos de um encontro entre o primeiro-ministro, Shinzo Abe, e o líder norte-coreano Kim Jong-un. A missão de Suga nos EUA é detalhar o plano aos americanos e definir diretrizes conjuntas para a realização da reunião.

Por fim, Suga também terá a dura missão de convencer os americanos a reduzirem a quantidade de bases americanas em Okinawa, um problema de longa data e que ainda permanece sem solução. O chefe de gabinete coloca a questão como prioritária para o governo japonês e espera trazer algum resultado das negociações.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: