Curtir e Compartilhar:

WASHINGTON – Os EUA não tomaram nenhuma decisão sobre a retirada das tropas do Iraque, disse o secretário de Defesa Mark Esper na segunda-feira em resposta a uma carta de um oficial militar que parecia sugerir que uma retirada estava em andamento.

Esper disse a repórteres na segunda-feira que os EUA não estão retirando tropas do Iraque.

Ele disse que não sabia nada sobre uma carta que parece sugerir alguma preparação de tropas para sair do Iraque. Mas ele disse que houve algum reposicionamento das forças americanas.

“Não houve nenhuma decisão de deixar o Iraque”, disse ele, acrescentando: “Não há decisão de sair, nem emitimos planos para sair ou nos prepararmos para sair.” Ele disse que os EUA continuam comprometidos com a campanha para derrotar o grupo Estado Islâmico no Iraque e na região.

Uma carta enviada na segunda-feira ao governo iraquiano por um comandante no Iraque disse que as tropas “se reposicionarão ao longo dos próximos dias e semanas para se preparar para o movimento adiante”.

A carta dizia que haveria um aumento nas viagens de helicóptero pela Zona Verde e dizia: “Respeitamos sua decisão de soberania de ordenar nossa partida”.

Facções pró-Irã no Parlamento iraquiano pressionaram para expulsar as tropas americanas após o assassinato de um importante general iraniano em Bagdá em um ataque por drone dos EUA na semana passada.

Um funcionário da segurança nacional dos EUA rejeitou a carta.

“Este não é um movimento das forças americanas fora do país”, disse a autoridade, falando sob condição de anonimato.

O funcionário, que não estava autorizado a discutir a carta publicamente, disse que a carta não mostrava com precisão o motivo da realocação temporária de tropas e empreiteiros da Zona Verde de Bagdá.

Curtir e Compartilhar: