Curtir e Compartilhar:

PEQUIM – O governo chinês publicou um vídeo na segunda-feira (12) mostrando um batalhão de veículos blindados se deslocando em direção à Hong Kong.

As autoridades chinesas também fizeram um pronunciamento oficial classificando os recentes protestos em Hong Kong como atos de violência e “terrorismo”.

Hong Kong se encontra em uma situação caótica. Os protestos contra o governo local duram mais de 2 meses e na última semana, o Aeroporto Internacional de Hong Kong está paralisado, com praticamente nenhum voo saindo do local.

Na cidade, a polícia registrou casos de agressões à policiais por parte dos manifestantes, argumento que tem sido usado pelo governo chinês para uma possível invasão de seus veículos blindados.

Estima-se que o contingente chinês seja formado de 12 mil homens, veículos blindados e helicópteros. O governo chinês não confirmou nenhum ataque, porém as imagens exibidas pela rede estatal chinesa deixam claro que o governo está alertando os manifestantes.

Hong Kong é um território chinês, porém possui autonomia política e pode votar as suas próprias leis. Por este motivo, os cidadãos da cidade possuem uma maior liberdade de expressão e livros que são proibidos na China continental, são publicados e vendidos em Hong Kong. Por outro lado, com a pressão cada vez maior de Pequim, a liberdade na cidade diminuiu nos últimos anos.

O projeto de extradição de criminosos presos em Hong Kong para a China é visto como uma manobra de Pequim para tomar o controle político definitivo da cidade. Os manifestantes tentem impedir a perda de autonomia e criticam o governo local de atender aos interesses de Pequim.

Fonte: TV Asahi

Curtir e Compartilhar: