Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – As empresas japonesas estão voltando a comprar máquinas para suas fábricas, segundo dados divulgados pelo Gabinete do Governo Japonês.

Com a ligeira retomada da produção e da economia, os pedidos de máquinas e equipamentos por parte das empresas japonesas em território nacional durante o mês de maio subiu 1,7% em relação à abril, a primeira alta em 3 meses.

O montante total foi de 7,65 bilhões de ienes.

Por setor, a área de logística e entregas, além do financeiro e de seguros foram os que mais pediram máquinas durante o mês de maio. Com o maior tempo dentro de casa, mais pessoas estão comprando pela internet, exigindo mais infraestrutura logística por parte das empresas de carga e entrega.

Já o setor financeiro e de seguros mira uma digitalização dos seus serviços, por isso a compra de máquinas para se adequar a nova realidade se mostra necessária.

A alta nestes setores foi de 17,7%.

Por outro lado, a manufatura continua sofrendo. Máquinas voltadas para a produção, como as presentes nas fábricas, bem como as usadas em indústrias químicas, foram menos pedidas pelas empresas, com queda de 15,5%.

O governo se disse preocupado com a queda no pedido de máquinas para a indústria de manufatura e lembrou que foi o quarto mês seguido de queda, o que reflete a influência que a pandemia está tendo na economia como um todo.

Curtir e Compartilhar: