Curtir e Compartilhar:

PYONGYANG – A Coreia do Norte lançou na manhã de sábado (10) dois novos mísseis em direção ao mar do Japão, informou o comando do exército sul-coreano.

O lançamento foi feito da província de Hamgyong, no nordeste do país. Os exércitos da Coreia do Sul e dos EUA seguem analisando os novos lançamentos.

A Coreia do Norte tem intensificado nas últimas semanas o lançamento de mísseis em direção ao Mar do Japão. Dois foram lançados no dia 25 de julho, um no dia 31 de julho e depois, novos lançamentos foram feitos nos dias 3 e 6 de agosto.

A mídia estatal norte-coreana informou que os novos lançamentos foram um alerta de Kim Jong-un para os exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul.

Os novos lançamentos realizados pelo regime de Pyongyang não tiveram nenhum impacto no Japão, segundo nota do Ministério de Defesa do país.

Donald Trump recebe nova carta de amizade de Kim Jong-un e diz também não gostar dos exercícios militares com a Coreia do Sul 

Enquanto Kim Jong-un realizada um novo teste de mísseis, o presidente dos EUA, Donald Trump, recebia uma carta de amizade do ditador norte-coreano. Trump descreveu a carta como “bela” e disse que no documento, Kim Jong-un explica os motivos dos novos lançamentos de mísseis.

Trump informou a imprensa que Kim não está feliz com os exercícios militares entre Washington e Seul. Trump concordou com o líder norte-coreano dizendo que “Eu também nunca gostei deles. E sabem por que? Não gosto de pagar por isso”.

O presidente americano reforçou ainda o desejo de se encontrar com Kim Jong-un em um futuro próximo.

“Acho que teremos outra reunião”, afirmou. “Enquanto isso, vou repetir. Não há testes nucleares. Os testes de mísseis foram todos de curto alcance. Não há testes de mísseis balísticos, nem mísseis de longo alcance”, garantiu.

As declarações de Trump em relação à não gostar dos exercícios militares voltam a ocorrer em um momento em que as relações de Washington e Seul seguem instáveis. Os EUA não criticam Seul diretamente, mas Trump se mostra mais próximo à Pyongyang que Seul. Além disso, nos recentes desentendimentos entre Japão e Coreia do Sul, os EUA disseram “entender o ponto de vista japonês”, jogando uma sombra nas relações diplomáticas entre EUA e Coreia do Sul.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: