Curtir e Compartilhar:

Empresa atingida por paralisação na China e diz que não alcançará meta de receita trimestral

A Apple alertou sobre a “escassez de suprimentos para iPhone” global resultante do fechamento de suas fábricas chinesas por causa do surto de coronavírus.

A empresa disse aos investidores nesta segunda-feira à noite que não alcançaria sua meta de receita trimestral de US $ 63-67 bilhões por causa do fornecimento “temporariamente restrito” de iPhones e uma queda drástica dos compradores chineses durante a crise do vírus. A Apple não forneceu uma nova previsão para sua receita no segundo trimestre.

A empresa fabrica a maioria dos iPhones e outros produtos na China. A disseminação do coronavírus levou a empresa a interromper temporariamente a produção e fechar as lojas de varejo na China.

“O trabalho está começando a ser retomado em todo o país, mas estamos experimentando um retorno mais lento às condições normais do que havíamos antecipado. Como resultado, não esperamos cumprir a orientação de receita que fornecemos para o trimestre de março”. afirmou a empresa em um comunicado.

Segundo a Apple, a escassez de suprimentos do iPhone afetará temporariamente em todo o mundo.

A empresa, que já havia alertado sobre o impacto do vírus em sua produção no mês passado, disse que a demanda por seus produtos na China foi afetada.

Todas as lojas na China e muitas das lojas parceiras foram fechadas por um período. As lojas reabertas operam com horário reduzido e com tráfego de clientes muito baixo.

“Estamos gradualmente reabrindo nossas lojas de varejo e continuaremos a fazê-lo da maneira mais constante e segura possível.” Afirmou a empresa em um comunicado.

Curtir e Compartilhar: