Curtir e Compartilhar:

Uma pesquisa realizada pela Agência de Esportes do Japão concluiu que crianças que passam mais de 3 horas por dia na frente da televisão ou do smartphone são menos habilidosas fisicamente do que a média nacional.

O levantamento começou a ser realizado em 2008. Na edição 2018 analisou dados de 2,2 milhões de crianças japonesas com idades entre 11 e 14 anos. Foram usadas como parâmetros nos testes 8 modalidades diferentes, entre as quais corrida de 50 metros, arremesso de bola e habilidades de pulo.

Os dados de todas as crianças foram usados para computar a média nacional. Usando como base a média de todo o país, os meninos mantiveram a média durante todo o período, enquanto as meninas seguiram melhorando as suas marcas nos últimos 5 anos.

Por outro lado, em comparação aos dados disponíveis do ano de 1985, a maioria dos resultados atuais são inferiores aos de 30 anos atrás.

Um dos motivos é o maior tempo de uso de computadores, smartphones e televisão. As crianças que utilizam esses aparelhos por mais de 3 horas por dia tiveram resultados piores do que as outras crianças.

O professor da Universidade de Tsukuba e responsável pela pesquisa, Takahiko Nishijima, disse que: “A tendência é que com a introdução de tablets nas escolas, o tempo em casa na frente desses aparelhos deve aumentar. É importante entendermos abaixo de quantas horas de exercícios físicos as habilidades físicas das crianças começam a decair”.

Por sua vez, Daichi Suzuki, chefe da Agência de Esportes do Japão disse em entrevista à imprensa que: “Não somente nós, mas muitas pessoas ligadas ao esporte ao redor do mundo estão em alerta. O Comitê Olímpico Internacional disse tempos atrás que as telas dos aparelhos estão roubando a oportunidade das crianças de praticarem exercícios físicos. Queremos tomar medidas para evitar esse problema”.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: