Curtir e Compartilhar:

Roberto Hasebe (48) natural de São Paulo capital, chegou ao Japão há 20 anos atrás para fazer uma visita para seus irmãos que viviam na província de Gunma.
Formado em administração de empresas com ênfase em Comércio Exterior na UNIP (Universidade Paulista), Roberto trabalhou na seguradora Tókio Marine do Brasil. Depois, a convite de um ex-chefe, se tornou gerente no setor de seguros da Toyota Tsusho. Tirou sua licença de corretor de seguros na SUSEP e de corretor de imóveis na CRECI e assim, trabalhou como corretor de seguros no Brasil.
Com a vida estável no Brasil, ele nunca pensou na possibilidade de se mudar para o Japão. Porém, a saudade dos irmãos e a curiosidade de conhecer o país o trouxe, a princípio, para um passeio de um mês.
“Ainda me lembro muito bem quando decidi vir ao Japão, eram meados do mês de novembro. Então, em uma das conversas com meu irmão, falei pra ele que estava pensando em vir ao Japão. Então ele me disse: você esta louco meu irmão, aqui no Japão agora é inverno!!! E eu respondi a ele: macho que é macho vai para o Japão no inverno!!! Pois é, cheguei aqui no Japão e em menos de uma semana peguei uma influenza que quase morri”, nos contou ele.
Logo que desembarcou se encantou com tudo, principalmente com os carros, e ali começou a mudar seus planos.
Sem vontade de retornar ao Brasil, ele estendeu sua passagem de volta para 6 meses. Depois de fazer os cálculos do quanto havia gasto neste período, decidiu ir trabalhar na fábrica.
Seu primeiro serviço no Japão foi em uma fábrica de geladeiras industriais, onde ele tinha que montar a armação das geladeiras enormes para depois injetar isopor líquido. Sua maior dificuldade na época era de não ter habilitação japonesa. Depois de 6 meses, conseguiu transferir sua carteira e acabou perdendo sua passagem de volta para o Brasil.
Decidiu ficar no Japão e comprou seu primeiro automóvel. Ao fazer seu seguro, conheceu um corretor japonês muito extrovertido que, entre conversas, perguntou o que ele fazia no Brasil. E quando contou a ele sobre sua experiência na área de seguros, logo foi incentivado a tirar a licença no Japão. E em seguida, foi convidado para trabalhar com ele.
E assim, plantou-se a primeira semente de um grande sonho. Sabia que não seria fácil pois não sabia ler e escrever e, portanto, teria que se dedicar.

Durante esse processo preparatório, Roberto estudava e trabalhava. E nesse período, acabou surgindo outras oportunidades. Trabalhou em outras fábricas, na Ipc World e na área de vendas, onde pode viver diversas experiências nos segmentos de internet, carros, seguros, casas, sites, propagandas, assinatura de TV, empregos, passagens aéreas, etc.
Sempre focado em seus objetivos Roberto nunca parou de estudar. Demorou 3 anos e seis meses, fez as provas 36 vezes, e na 37º vez conseguiu a tão sonhada licença de corretor de seguros.
No mês seguinte já começou a exercer a profissão e não parou mais. Tirou a licença de Ramos Elementares (todos os tipos de seguros exceto seguros de vida) e em seguida tirou a licença de Seimei Hoken (seguro de vida) e entrou como estagiário na Tókio Marine do Japão.
Teve a honra de se formar no Jyugyoim Koosu. “Quando me formei no estágio e recebi o certificado, a primeira coisa que fiz foi enviar uma foto para o meu pai, e ele disse: – Shinjirarenai (inacreditável)! E assim, dei esta alegria ao meu pai ainda em vida. Foi muito gratificante em ver aquele sorriso no rosto do meu amado pai.”, disse ele.
Ele e o irmão que sempre foram apaixonados por carros, decidiram tentar algo neste segmento. Compraram dois carros cada um e assim, iniciaram nesse ramo. Em um curto período estavam com uma loja e mais de 60 carros a venda.
“Graças ao meu irmão, aprendi a trabalhar com carros também. Tenho muita gratidão a ele por isso.”, disse Roberto.

Com o mercado imobiliário aquecido para os estrangeiros, Roberto decidiu focar no mercado imobiliário e nessa época seu Irmão abriu sua própria empresa automobilística.
Com experiência e conhecimento, hoje Roberto trabalha com assessoria em geral, vendas de casas, carros e seu principal objetivo é facilitar e ajudar as famílias que, assim como ele teve, tem dificuldade para realizar a compra da casa própria. Quando se tem dificuldade na comunicação no Japão, não vai ter esse problema somente na hora de comprar uma casa. Ele vai ter dificuldades na hora de fazer um seguro do carro, de vida, na hora de um acidente, etc.
Por isso, sua maior satisfação é quando, com seu conhecimento e experiência, consegue ajudar pessoas a superar alguma dificuldade ou ultrapassar algum obstáculo.
Roberto desenvolveu um projeto, parte da realização de seu sonho pessoal: unificou a churrasqueira, forno, fogão a lenha e o defumador, todos os 4 em apenas um sistema, porque no Japão existe o problema de espaço. Quanto a terremotos, este projeto foi criado e adaptado para ser resistente até o grau 7 da escala Richter. O projeto teria que ser forte para resistir em casos de grandes terremotos e ganhou o nome de Projeto CHIKARA, que tem o significado da palavra FORÇA em japonês.
“Por uma grande coincidência da vida, este kanji representa o nome do meu amado pai (力 長谷部), que hoje já não se encontra mais entre nós. Porém, este grande projeto será muito bem representado pelo seu nome e será uma grande homenagem ao meu amado pai, que ensinou muito bem todos os filhos a agirem com honestidade e muito trabalho. E temos a mais absoluta convicção que este projeto trará muitos momentos de conforto e felicidade às famílias de todos nossos os clientes e amigos que adquirirem este produto.”, revelou.

Roberto finaliza deixando uma mensagem de agradecimento a todos que participaram da sua trajetória: “Gostaria de agradecer a pessoa que tive o privilégio de conhecer no Japão, por intermédio da minha querida cunhada, que se tornou o grande amor de minha vida. Sumiko Hasebe, você foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida! E no dia do meu aniversário, dia 25 de setembro, a data que escolhi para o nosso casamento, você foi o melhor presente que pude receber em minha vida. E em homenagem a você e meu pai, estarei realizando o meu sonho, e de muitas famílias, com do lançamento do novo produto 4 em 1 CHIKARA. Obrigado ao senhor, meu amado pai, por todos os seus ensinamentos! E obrigado meu grande amor por você fazer parte de minha vida!”, concluiu Roberto.

Curtir e Compartilhar: