Curtir e Compartilhar:

PYONGYANG – O mundo se surpreendeu no domingo (30) com o encontro relâmpago entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

A ideia da reunião partiu do presidente Donald Trump pouco tempo depois de sair do Japão, onde participou do encontro do G20.

Trump postou em sua conta no Twitter o desejo de “dar uma passada” na Coreia do Norte para um “aperto de mão” e “dizer um alô” a Kim Jong-un. O convite foi aceito por Pyongyang poucas horas antes do encontro.

Os dois líderes se encontraram na Zona Desmilitarizada entre as Coreias do Norte e do Sul. Após um simbólico aperto de mãos, Trump cruzou a fronteira e se tornou o primeiro presidente dos EUA a pisar em solo norte-coreano.

Kim Jong-un ficou bastante surpreso com a visita de Trump, já que o convite foi feito pelo Twitter, algo incomum na política mundial. O local escolhido para o “aperto de mãos” também foi simbólico, sobretudo diante das relações pouco amistosas entre Washington e Pyongyang.

“Fico feliz em vê-lo de novo. Jamais esperava vê-lo neste lugar”, disse Kim. “Trata-se de um momento histórico que pretende pôr fim ao conflito na península”, afirmou o líder norte-coreano a jornalistas.

“Eu fiquei orgulhoso de passar por cima da linha [que divide as duas Coreias]”, disse Trump a Kim, depois que os líderes retornaram ao lado sul-coreano. “É um grande dia para o mundo.”

Depois do aperto de mão, os dois líderes e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in se reuniram para uma breve conversa. Pouco depois Trump e Kim Jong-un conversaram a portas fechadas durante 50 minutos.

“O que vai acontecer é que nas próximas duas ou três semanas as equipes vão começar a trabalhar”, disse Trump após o encontro.

Os dois países buscam se aproximar e resolver a questão da desnuclearização da península coreana. Trump disse não ter pressa para negociar, mas que é importante manter os dois países cooperando e que grandes passos estão sendo dados pelos dois lados.

“Deixando a Coreia do Sul depois de um encontro maravilhoso com o presidente Kim Jong-un. Estive no solo da Coreia do Norte, uma importante declaração para todos e uma grande honra!” escreveu o presidente americano em seu Twitter.

Fonte: G1 

Curtir e Compartilhar: