Curtir e Compartilhar:

TOKYO (IPC Digital) – A tensão pré-menstrual, conhecida pela famosa sigla TPM, é um conjunto de sintomas físicos e emocionais manifestado durante 3 a 10 dias antes da menstruação e que desaparece ou ameniza com a descida do sangramento menstrual. Atinge aproximadamente 40 % das mulheres em idade fértil.

Não se sabe a causa exata, mas segundo os sintomas, pode-se dizer que algumas causas são:

  • Aumento da sensibilidade dos órgãos aos hormônios ovarianos;
  • Anormalidade do mecanismo (renina- angiotensina) com sintomas similares à hipoglicemia;
  • Anormalidades devido à progesterona, que é um hormônio que se eleva na segunda metade do ciclo menstrual (aproximadamente 15 dias antes da menstruação).
  • Anormalidades devido ao desequilíbrio dos hormônios estrógeno e progesterona;
  • Falta de vitaminas;
  • Diminuição da secreção de serotonina intracerebral (neurotransmissor do bom humor e portanto, influencia no equilíbrio emocional);
  • Estresse, entre outras.

Em consequência a estes distúrbios, ocorrem os seguintes sintomas: inchaço principalmente do rosto, das mãos e pernas, distensão abdominal, dores e inchaço das mamas, dor de cabeça, cólica abdominal, dor lombar, falta ou excesso de apetite, tontura, fraqueza generalizada, alterações nervosas como a instabilidade emocional, estado depressivo, ansiedade e distúrbios do sono. Os sintomas podem variar conforme cada pessoa e também a cada ciclo menstrual.

Como tratamento é utilizado o diurético (para o alívio da retenção de líquidos) e analgésico (para as dores). No caso de apresentar sintomas mais acentuados, é recomendado a hormonioterapia com pílulas de baixa dose hormonal. Para os sintomas emocionais, o uso de ansiolítico ou antidepressivos na segunda fase do ciclo menstrual tem oferecido bons resultados. Ainda, o uso de ervas medicinais orientais (KANPOUYAKU) também melhora a TPM. Aconselha-se exercício leve diário, alimentação equilibrada e atividades de prazer, para manter um bom ritmo diário.

A banana é uma fruta ótima e bem indicada para o alívio da TPM. Ela é rica em triptofano e vitamina B6 que juntos, transformam-se em serotonina. A vitamina B6 aumenta a função do magnésio (melhora o inchaço e dor das mamas, diminui a inflamação, e ajuda também na estabilidade emocional). Além disso, esta fruta é rica em potássio (diminui o inchaço e previne também a cãibra) e em fibras (melhora a constipação  intestinal).

Por: Elza S.M.Nakahagi, médica do SABJA-Disque-Saúde do Conselho de Cidadãos do Consulado Geral do Brasil em Nagoia. Autora dos dicionários e aplicativos de Termos Médicos e Odontológicos.

Curtir e Compartilhar: