Curtir e Compartilhar:

Especialistas que orientam o governo do Japão com assuntos relacionados ao coronavírus, recomendou na última quinta-feira (19) que algumas escolas já podem reabrir, embora ainda devam ser evitadas reuniões em massa que possam reacender o surto.

“Os especialistas em doenças infecciosas recomendarão que áreas do Japão com baixo número de casos de coronavírus já podem considerar a retomada de aulas e eventos esportivos”, disse Koji Wada, professor de saúde pública da Universidade Internacional de Saúde e Bem-Estar de Tóquio.

Até o momento, o Japão teve 923 casos transmitidos no país e 32 mortes, de acordo com a última contagem da emissora estatal NHK. Isso não inclui mais de 700 casos e sete mortes de um navio atracado perto de Tóquio no mês passado.

Segundo o Ministério da Saúde, dentre as 47 prefeituras do Japão, 22 tiveram menos de cinco casos.

Na cidade de Nagoya, capital da província de Aichi, dezenas de creches para idosos serão reabertas a partir de sábado, após duas semanas de paralisação. A cidade solicitou o fechamento das instalações após a ligação de um conjunto de contágio a um centro de atendimento a idosos.

Curtir e Compartilhar: