Curtir e Compartilhar:

Priscila Miyashiro  (38) anos, natural de São Paulo chegou ao Japão com 12 anos de idade, junto com sua família em busca de uma vida melhor.

Por ter apenas 12 anos na época, foi estudar em escola japonesa onde ficou por quase 3 anos. Nos primeiros meses na escola japonesa ela passou por diversas dificuldades por não saber falar o idioma. Ela muito tímida ficava em seu cantinho estudando sozinha para aprender a se comunicar. Aos 16 anos começou a trabalhar em fábricas, onde atuou por 10 anos seguidos e depois decidiu voltar para o Brasil para estudar e ter novas experiências de trabalho.

Esteve no Brasil por quase 10 anos, nesse período fez curso de comissária de bordo e técnica de enfermagem, porém não chegou a trabalhar na área apesar dos dois cursos terem sido muito válidos para sua vida.

Durante o período que viveu no Brasil trabalhou no comércio em vários segmentos, sempre em contato com vendas e clientes. E foi no comércio que Priscila descobriu o que realmente gostava de fazer.

“Eu gosto de atender as pessoas , vender produtos que de alguma forma trará bem estar a elas”, nos contou.

Resolveu retornar ao Japão em 2016 e novamente foi trabalhar em fábricas até que tudo se estabilizasse.

No começo de 2019 surgiu a vontade de montar seu próprio negócio, uma loja virtual. Alguns meses após pensar muito em que produto vender, decidiu pelos acessórios femininos, que estão em alta.

“Trago as minhas clientes bijuterias finas feitas manualmente, pedrinha por pedrinha com modelos exclusivos e com muito brilho, pois nós mulheres merecemos brilhar cada vez mais.”

Sua maior clientela hoje são as brasileiras, mas vende para outras nacionalidades inclusive a japonesa.

Ela trabalha com acessórios feitos em ateliês de duas amigas no Brasil.

Vende também semi jóias e além dos acessórios serem bem diferenciados ela garante um diferencial em seu atendimento. “Atendo todas com muita atenção e carinho como se estivessem numa loja física, gosto de ter esse contato com elas, não apenas na compra, mas no pós compra também mantenho contato”, afirma.

No início imaginou que não seria fácil, começou do zero e sem muitos contatos, pois onde trabalha a maioria são homens. Com pensamento positivo sempre acreditou em seu potencial e força de vontade, sabia que precisava iniciar e criou sua loja virtual.

A loja tem pouco menos de um ano, ela está em processo de crescimento, Priscila ainda concilia as vendas dos acessórios com o trabalho em fábrica e mesmo em dias difíceis nunca pensou em desistir. Diz ela que com o apoio de seu esposo está sempre em busca de novas idéias e novas estratégias de negócio.

Com muitos planos para 2020 ela deseja alcançar todas as nacionalidades que residem no Japão e poder se dedicar exclusivamente à sua loja.

Priscila deixa uma mensagem aos leitores: “No começo poucos acreditaram no seu potencial . Acredite em você e faça tudo com muito amor e dedicação. Não fique esperando que as coisas aconteçam, corra atrás daquilo que você quer realizar se especialize, pesquise sobre o assunto. Hoje com o acesso à internet e redes sociais está mais fácil divulgar seu trabalho. Faça algo que destaque o seu trabalho. Faça com amor!”

Siga nas redes sociais:
Instagram: pris_accessories_jp
Facebook: pris_accessories_jp

Curtir e Compartilhar: