Curtir e Compartilhar:

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o exército ficará por mais um mês na região da floresta Amazônica por conta das crescentes queimadas na região.

O Brasil possui 2/3 da Amazônia em seu território e desde o começo do ano, até o mês passado, o número de queimadas registrado no território é quase duas vezes maior quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

Por conta do aumento nas queimadas, os quase 7 mil homens do exército enviados ao local, precisarão ficar por mais um mês, anunciou oficialmente o governo brasileiro.

As Nações Unidas têm pressionado o Brasil para discutir o problema da Amazônia com outros países, mas o Brasil segue negando participação no diálogo, embora receba ajuda financeira enviada por países como França e Alemanha, dois alvos das críticas de Bolsonaro.

Por outro lado, o presidente brasileiro se aproxima dos EUA de Donald Trump como forma de tentar solucionar o problema na Amazônia.

Curtir e Compartilhar: