Curtir e Compartilhar:

PARIS – Uma pesquisa da Agência Nacional de Segurança Sanitária de Alimentos, Meio Ambiente e Trabalho (Anses) da França publicou uma pesquisa na terça-feira (14) informando que as luzes de LED podem ser prejudiciais à visão.

As luzes de LED são econômicas e de baixo custo, sendo adotadas em faróis de carros, lanternas, brinquedos, telas de smartphones, tablets e computadores.

A Anses já havia emitido um primeiro alerta para o risco do LED em 2010. Com o desenvolvimento das novas pesquisas, a agência voltou a se manifestar sobre os perigos da exposição exagerada ao LED.

O principal problema que pode ser acarretado pela forte exposição é a perda irreversível das células da retina, a principal estrutura na formação da imagem no fundo do olho.

No entanto, o grupo de pesquisa aponta que não é preciso se preocupar com as horas de consumo de nossos produtos eletrônicos, pois estes aparelhos emitem pouca luz e não apresentam riscos a saúde.

O grupo de pesquisa apontou que crianças e adolescentes são mais propensos a serem afetados por grandes níveis de exposição ao LED, pois o cristalino do olho deste grupo ainda está em desenvolvimento.

Fonte: G1 

Curtir e Compartilhar: