Curtir e Compartilhar:

A temporada de férias de verão no Japão começou calmamente no sábado (8), sem congestionamento nas estações e aeroportos, depois que os governos locais pediram aos residentes que evitassem viajar para ajudar a evitar que a propagação do coronavírus piorasse.

Alguns trens-bala (shinkensen) tiveram apenas 5% de seus assentos não reservados ocupados pela manhã, com a taxa mais alta limitada a 70%, em comparação com bem acima dos 100% geralmente vistos no primeiro dia do período de férias do Obon do Japão.

O número de assentos reservados para shinkansen entre sexta-feira (8) e o retorno, previsto para o dia 17 de agosto, despencou 79% em relação ao ano anterior. As reservas para os vôos domésticos e internacionais de sexta (8) até 16 de agosto, caíram entre 60% e 97% por cento, respectivamente, de acordo com operadoras de trem e companhias aéreas.

As férias de verão acontecem em meio a uma campanha de subsídio de viagens lançada pelo governo central em 22 de julho para ajudar a retomada da indústria do turismo doméstico, que foi duramente atingida pelo surto do coronavírus.

O governo central não tem intenção de solicitar às pessoas que adiem as viagens para suas cidades natais e outros lugares durante as férias de verão, embora o vírus continue a se espalhar em partes do país.

Mas os governadores das prefeituras foram duramente atingidos por um recente surto de infecções, incluindo a governadora de Tóquio Yuriko Koike, que pediu a população que evitem cruzar as fronteiras das províncias, pois temem que a movimentação de pessoas possa espalhar ainda mais o vírus.

O Japão tem acompanhado uma nova onda de infecções depois que um estado de emergência nacional foi suspenso no final de maio, liderado por um aumento acentuado de infecções na capital e outras áreas urbanas.

Funcionários da East Japan Railway Co. distribuíram lenços umedecidos com desinfetante para passageiros do shinkansen na estação de Tóquio.

Como as companhias aéreas reduziram drasticamente os serviços em meio à disseminação do vírus, as tabelas de horários dos vôos mostraram vários cancelamentos no aeroporto de Narita.


Fonte: Kyodo

Curtir e Compartilhar: