Curtir e Compartilhar:

O chefe do gabinete do governo japonês, Yoshihide Suga, prometeu no domingo (16) investimentos de 2 bilhões de ienes na implantação de serviços de tradução e intérprete para os trabalhadores estrangeiros.

A medida visa facilitar a vinda de estrangeiros ao Japão depois da aprovação da nova lei de trabalho que aumentará a absorção de mão-de-obra estrangeira por parte das empresas japonesas.

Os planos do gabinete japonês é o de levar serviços de apoio para todas as províncias e cidades do país com grande quantidade de estrangeiros. A expectativa é de ampliar os serviços de tradução e intérprete para 100 novos lugares.

Outras medidas incluem maiores facilidades na hora de se alugar um quarto, com a maior parte do processo sendo realizada pela empresa responsável por contratar o estrangeiro, além de tornar possível assinar um contrato de celular apenas com o cartão de residência (zairyu card).

Por fim, os serviços de atendimento em vários idiomas serão levados aos bancos de todo país, facilitando o processo de abertura de contas bancárias.

Por outro lado, o governo quer criar medidas para impedir o uso ilegal do cartão de saúde por parte dos estrangeiros. A proposta deverá ser discutida no ano que vem em uma reunião do parlamento.

Fonte: NHK WEB NEWS, TV Asahi

Curtir e Compartilhar: