Curtir e Compartilhar:

CHIBA – O governo de Chiba divulgou na quinta-feira (4) que caso a situação do COVID-19 na província se mantenha estável nas próximas semanas, o governo reativará por completo a economia local.

A declaração foi feita pelo governador de Chiba, Kensaku Morita. A data para a possível liberação total das atividades econômicas é o dia 19 de junho.

Depois do fim do Estado de Emergência, a província de Chiba já reabriu parte do comércio e as escolas voltaram a funcionar, porém, casas de shows, bares e os negócios envolvendo entretenimento adulto continuam fechados. Se a situação se mantiver estável até 19 de maio, todos estes estabelecimentos poderão voltar a funcionar.

O governo de Chiba divulgação o sistema de classificação e flexibilização das medidas anti-COVID-19 em quatro fases.

A mais rigorosa e que vigorou durante o Estado de Emergência era a A, sendo que a menos rigorosa é a D. Atualmente a província está em alerta C, mas pode passar para o alerta D no dia 19.

Atualmente, estabelecimentos como academias, clubes esportivos e karaokes que são incluídos na categoria D já foram reabertos em muitos locais de Chiba. Agora faltam apenas estabelecimentos como casas de shows, clubes noturnos, bares, danceterias, prostíbulos e etc.

Contudo, com o aumento dos casos de COVID-19 em bairros agitados de Tóquio, como Shinjuku e Shibuya, há questionamentos se Chiba conseguirá reabrir estabelecimentos onde se tem muito contato humano, como danceterias, bares e casas de shows. Também é preciso levar em consideração a emissão do Tokyo Alert pela governadora de Tóquio, Yuriko Koike, que pode ter impacto na política de Chiba, vizinha de Tóquio.

O governo da província não falou na coletiva de imprensa de quinta-feira sobre a possibilidade de retirar o horário limite de fechamento das lojas, que atualmente é para até às 22 horas. Muito do comércio incluído no alerta D funciona depois deste horário.

Curtir e Compartilhar: