Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O governo do Japão pretende apoiar financeiramente as empresas de tecnologia do país para desenvolver sua própria tecnologia 5G e pós-5G, como forma de tornar o país independente de tecnologias vindas de fora, em especial da China.

O plano do governo envolve não somente a conexão do 5G, mas o desenvolvimento de outras tecnologias, como veículos autônomos e a automatização das fábricas. A ideia nos dois últimos casos é diminuir a dependência de mão-de-obra pouco especializada e também estrangeira.

O investimento será feito a partir da Organização de Desenvolvimento de Novas Tecnologias de Energia e Industrial. O montante estimado de investimento é na casa de 70 bilhões de ienes.

As empresas que devem receber o montante são companhias de tecnologia japonesas, como NEC, Fujitsu e Rakuten Mobile. O projeto prevê a construção de bases de telecomunicação como torres e cabos, a fim de tornar o Japão independente da tecnologia chinesa.

A maior parte das patentes de 5G estão na China. A Huawei possui a maior parte destas tecnologias e pretende vendê-las ao mundo. Contudo, o Japão, EUA e outros países temem o vazamento de informações confidenciais por parte das empresas chinesas para o governo de Pequim. Para evitar este risco, o Japão quer desenvolver sua própria tecnologia.

Curtir e Compartilhar: