Curtir e Compartilhar:

KANAGAWA – No dia 9 de junho de 2019 completa 1 ano do atentado a faca em um vagão do Shinkansen da linha Tokai, que deixou 1 morto e duas pessoas feridas.

O incidente ocorreu no dia 9 de junho de 2018 em um vagão da linha Tokaido-Shinkansen que passava pela província de Kanagawa. Um homem com uma faca começou a atacar os outros passageiros, deixando duas mulheres feridas e matando um homem, que se sacrificou para impedir que os danos humanos fossem maiores.

Após o atentado, as empresas do grupo da Japan Railway, que administram as linhas do trem-bala, reforçaram a segurança, colocando escudos e barreiras dentro dos vagões para serem usados pelos passageiros e funcionários em casos de ataques, assim como, spray de gás lacrimogênio para afugentar os criminosos.

A patrulha policial também foi reforçada e no último mês de abril, o porte de objetos pontiagudos como facas de cozinha foi proibido por lei.

O Ministério dos Transportes do Japão pretende nos próximos meses e já antecipando os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, reforçar ainda mais a segurança nas linhas do Shinkansen, introduzindo a vistoria de bagagens, que é comum em aeroportos, mas nunca foi adotada nas linhas de trem e metrô do Japão.

A medida está sendo estudada, apesar de não ser popular entre as empresas do grupo JR, sob o argumento de que ela diminui a praticidade dos passageiros.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: