Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O chefe do gabinete do governo do Japão, Yoshihide Suga, falou com a imprensa na manhã de sexta-feira (31) e voltou a reforçar que a situação atual da pandemia de COVID-19 não exige um segundo Estado de Emergência.

Suga falou que o ritmo das contaminações em julho está levemente superior quando comparado com março e abril, até então o pico da pandemia no país. Ele também falou que o ritmo tem subido em parte das regiões do país, exigindo atenção.

Por outro lado, Suga disse aos jornalistas que olhando para a situação de uma forma geral, não há necessidade de um novo Estado de Emergência, com o governo seguindo com seu plano de tomar as medidas necessárias contra a pandemia, enquanto recomeça as atividades econômicas e sociais.

O governo também negou que esteja ocorrendo uma segunda onda, limitando-se a dizer que não faz muito sentido definir ou separar cada novo surto de contaminação.

Curtir e Compartilhar: