Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O governo do Japão está disposto em tornar mais justos os valores cobrados pelas operadoras de telefonia móvel do país e anunciou no sábado (8) medidas para reduzir o preço da multa por quebra de contato.

As operadoras de telefonia do país cobram uma multa de 9.500 ienes para os clientes que não cumprem os 2 anos de contrato, valor considerado abusivo pelo governo japonês, especialmente para estudantes estrangeiros ou pessoas que ficam curtos períodos no Japão.

O Ministério dos Assuntos Internos e Comunicação do Japão pretende exigir que a multa cobrada seja inferior a 1 mil ienes. O governo japonês quer incentivar a troca de operadoras e aumentar a competitividade no mercado, que perde bastante com as medidas protecionistas das maiores companhias de telefonia móvel do país.

A decisão final será tomada no dia 11 de junho e se for aprovada, a medida entrará em vigor a partir do outono de 2019.

Fonte: Jiji.com

Curtir e Compartilhar: