Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O promotor-chefe do Ministério Público de Tóquio, Hiromu Kurokawa, teve seu pedido de renúncia oficializado pelo governo japonês na manhã de sexta-feira (22).

O promotor foi acusado de ter feito apostas em um jogo japonês chamado mahjong durante o Estado de Emergência. A atitude não foi bem vista pela sociedade japonesa e autoridades do governo, que pressionaram Kurokawa para que ele renunciasse ao cargo.

O assunto da renúncia do procurador foi um dos assuntos mais comentados pela mídia japonesa durante a semana, junto com as notícias mais recentes do COVID-19.

A mídia japonesa informou que Kurokawa foi na casa de um jornalista nos dias 1 e 13 de maio, onde teria apostado no popular jogo japonês chamado de mahjong.

Com a pressão da mídia, sociedade e governo, Kurokawa apresentou seu pedido de renúncia ao governo na quinta-feira. A decisão foi tomada logo pela manhã em uma reunião extraordinária feita pelo governo japonês.

O Ministério da Justiça do Japão deve confirmar em breve o sucessor de Kurokawa no cargo de líder do Ministério Público.

Curtir e Compartilhar: