Curtir e Compartilhar:

Tóquio- Pelo menos 4.000 sem-tetos que se abrigavam em cyber cafés estão sem ter onde dormir com o fechamento dos estabelecimentos por causa do decreto de emergência.

Inicialmente, esses cafés forneciam apenas serviços de internet, mas agora têm chuveiros e cabines privativas que são locadas por hora de uso. Esse serviço se tornou popular entre pessoas que perdem o último trem para voltar para casa e os sem-teto, principalmente mulheres.

“O governo alugou quartos de hotel para cerca da metade deles. Mas muitos deles não sabem que as autoridades garantiram quartos de hotel devido à comunicação limitada da cidade, e o processo de inscrição também é muito confuso” disse Ren Ohnishi, presidente da Moyai, uma organização sem fins lucrativos.

Ohnishi pediu às autoridades da cidade que abram a Vila Olímpica para todos os sem-teto, agora que os Jogos Olímpicos de Verão de 2020 foram adiados, uma petição online conta com mais de 53.000 assinaturas.

A vila olímpica deveria abrigar 11.000 atletas durante os Jogos de 2020, que estão agendados para 2021.

 

Curtir e Compartilhar: