Curtir e Compartilhar:

Texto por Thaís Nakamine

Fábio Ishizuka, 41 anos veio ao Japão ainda adolescente com intuito de trabalhar e guardar dinheiro para fazer uma faculdade de gastronomia no Brasil. Assim que chegou, se encantou com a culinária e a cultura nipônica e viu seus planos iniciais mudarem de direção.

“Quando cheguei ao Japão com apenas 16 anos, minha vontade era de logo voltar para dar início em uma faculdade no Brasil. Mas conhecendo a cultura local de perto, pude entender o porquê da culinária japonesa ser referência mundial. Desde então, me dediquei em cursos e muitos trabalhos para me especializar nessa área. Estudei muito, mas antes de me especializar, estudava com voluntários em Toyohashi-shi e trabalhei também em Nishio-shi em um restaurante tradicional japonês. Aprendi muito sobre o sushi e pratos quentes com meu ex chefe, Isomura Teruo, o qual considero meu professor até hoje. A minha caminhada dentro da culinária japonesa me ajudou a ver os dois lados da profissão, da qual possibilitaram alavancar minha profissão e alçar voos que não havia imaginado antes. Fiz o curso de Washoku e Sushi com o sensei Hirotsugu Tsumoto na Tokyo Sushi Academy e cursei Lamen com os senseis Keisuke Iguchi, Kobayashi Go e Gushiken Shoji.”, contou Fábio.

O INÍCIO DO EMPREENDIMENTO

Atualmente é casado com a Miho, que é japonesa, professora e especialista em “wagashi” (doces japoneses) e juntos, deram início à Ishizuka Academy, com o objetivo de realizar os cursos do mais alto nível e atualizados para seus alunos. Segundo Fábio, a escola surgiu com a necessidade da comunidade estrangeira obter cursos com mais qualidade, preço justo e técnicas corretas. O professor ainda relatou a preocupação com alunos para pudessem aprender a base da culinária japonesa, assim também como as técnicas atualizadas, com intuito de prepará-los e posteriormente vê-los trabalhar em seus países de origem ou até mesmo no Japão.

“Todos nós sabemos que a culinária está sempre em constante mudança, portanto muita técnica da culinária do passado não sua se aplica mais na cozinha mundial devido à diferença do paladar e até mesmo cultural. Foi pensando, nisso que a Ishizuka Academy nasceu com a visão de futuro, sem perder toda a cultura que o passado nos apresentou, unindo essas duas vertentes sempre.”, contou Fábio.


A RECOMPENSA

De acordo com Ishizuka, trabalhar como sensei atualmente tem sido satisfatório, pois além de proporcionar aprendizado aos alunos, sempre que pode, viaja para o Brasil ou para a Europa para lecionar cursos e workshop. Sua principal incentivadora é sua esposa, que está sempre ao lado dando apoio e ajudando com as aulas e organização. Mas ele garante que sua equipe é fundamental para que a Ishizuka Academy tenha um nome de respeito no mercado atual.

“Graças a Deus tenho uma equipe magnífica que sempre me ajuda nas organizações dos cursos e são pessoas realmente confiáveis. Além disso, minha esposa por ser japonesa, me ajuda muito quando preciso resolver algo mais burocrático relacionado ao idioma, ou quando preciso pesquisar algumas informações a serem passadas aos alunos. Só tenho a agradecer, pois a Ishizuka Academy está com uma equipe que se dispõe com amor no que faz, e isso é fundamental para que os resultados dos nossos trabalhos tenham frutos bons.” Contou


Sempre ensina seus alunos a não temerem, pois trabalhar com gastronomia não é fácil no início, mas se os futuros profissionais tiverem uma base de formação forte, estruturada e cozinharem com amor, dificilmente essa combinação estará fadada ao fracasso, pois o empenho com certeza será o diferencial para quem está disposto em criar um nome em sua trajetória.

MENSAGEM DO SENSEI FÁBIO AO LEITOR

“Nunca desistam dos seus sonhos, pois todos viemos para o Japão com muitos objetivos de uma vida melhor na bagagem. Porém com a rotina do trabalho e o ritmo de vida corrida que temos no Japão, podemos facilmente perder o foco e não alcançarmos nossos objetivos. Todos teremos dias ruins, adversidades e diversos obstáculos, mas confie em Deus e caminhe com realizadores. Independente da área em que for atuar, seja um bom profissional, seja honesto, mantenha sempre a ética e tenha bons princípios. Trabalhe muito, se atualize sempre, pois o reconhecimento e o sucesso são uma soma de tudo isso. Seja sempre grato e reconheça que sozinho você pode ir mais rápido, mas quando se anda com pessoas que têm mesmo ideal, você vai mais longe. Por isso agradeço sempre a Deus pelas oportunidades, principalmente por colocar pessoas maravilhosas na minha vida. Minha esposa Miho, a todos que me apoiam, aos meus alunos e aos colaboradores que estiveram e outros que ainda estão comigo. Juntos, somos uma equipe de sucesso!”

Quer contar sua história de sucesso na revista Super Vitrine e Ipcdigital? Entre em contato: 080-5332-1254 (Thaís Nakamine)

Curtir e Compartilhar: