Curtir e Compartilhar:

O Ministério da Justiça e o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão emitiram uma ordem para que a Hitachi melhore o seu sistema de recepção de jovens asiáticos do programa de estágio técnico do governo japonês.

O Ministério da Justiça do Japão informou que a empresa obrigou cerca de 40 jovens filipinos a fazerem trabalhos diferentes daqueles para os quais foram designados no plano enviado pela própria Hitachi para o governo japonês.

Os jovens foram recrutados para trabalhar na parte elétrica de peças de trem, mas estavam trabalhando na fabricação de janelas para Shinkansens.

A Hitachi informou que leu o conteúdo da ordem enviada pelo Ministério da Justiça e disse que as melhorias já estão sendo realizadas. Eles aceitaram a determinação da Justiça japonesa e prometeram trabalhar para melhorar as diretrizes do seu programa de recrutamento, seguindo as leis do país.

Além disso, os responsáveis pelas fábricas da Hitachi em Toyama, Kagawa e Nagasaki também perderam o direito de contratar jovens asiáticos do programa de estágio técnico, por não terem obrigado os jovens a fazer o trabalho que estava estipulado no plano oficial.

Curtir e Compartilhar: