Curtir e Compartilhar:

NOVA DELHI – A Índia ultrapassou a marca de 85 mil infectados pelo COVID-19 e se tornou o país da Ásia com o maior número de casos da doença.

A China era, até então, o país que liderava o número de casos no continente.

O governo da Índia informou que até a manhã de sábado (16), o número de casos da doença era de 85.940. Em relação ao dia anterior houve um aumento de 3.970 casos. O país registra ao todo 2.752 mortes.

A Índia adotou desde o final de março um forte esquema de isolamento, mas o país não está conseguindo evitar o crescimento no número de casos, que aumentam na casa dos 4 mil todos os dias.

A maior parte dos casos do país está no coração econômico da Índia, a cidade de Bombaim, que concentra 1/3 dos infectados. O sistema de saúde da cidade está a beira do colapso e hospitais temporários estão sendo construídos para tentar atender mais pacientes.

A Índia, assim como outros países, está sofrendo com os efeitos da crise econômica provocada pelo COVID-19. O número de desempregados está aumentando rápido no país e o governo indiano está flexibilziando a quarentena em regiões com poucos casos da doença. A medida está sendo adotada desde o final de abril.

Apesar dos esforços do governo indiano, o país já se tornou o novo epicentro da doença na Ásia.

Curtir e Compartilhar: