Curtir e Compartilhar:

Laís Ricci (33), natural de Santo André (SP) cresceu em Cianorte no interior do Paraná. Com dupla nacionalidade (brasileira e italiana), Laís viveu em Cianorte desde seus 13 anos, diz se sentir mais paranaense do que paulista.

Veio para o Japão em 2013 com 26 anos de idade e como a grande maioria dos brasileiros, veio atrás de sonhos. Buscava a independência financeira e queria conhecer o mundo.
Seus primeiros dias no Japão foram deslumbrantes, ela nunca havia saído do Brasil e para ela tudo era diferente. Se apaixonou pelo país deste o primeiro dia em que pisou aqui.
Com o passar dos meses, ela começou a sofrer uma crise de adaptação terrível levando a uma grande e profunda depressão, acompanhada de violentas crises de pânico, que literalmente quase tiraram a sua vida. E que por muito pouco ela hoje não estaria aqui contando sua história.

Na época, graças ao apoio de seu esposo, família, amigos, medicamentos e terapia, ela venceu e afirma estar feliz e livre dessa doença a 5 anos.
Laís que vem fazendo muito sucesso nas redes sociais como Digital Influencer nos conta como ela venceu e como tudo começou.

“Estou nesse “meio virtual” desde o meu sétimo mês aqui no Japão. Tudo era diferente e eu queria mostrar. Estar na internet era a única coisa que me fazia esquecer a depressão por algumas horas.

Comecei com um vídeo no YouTube onde eu ensinava a cortar a franja. Tive bastante vizualizações, mas desisti do YouTube por falta de tempo. Eu trabalhava em uma fábrica 12 horas por dia, e editar os vídeos consumia muito meu tempo livre.
Então criei uma página no Facebook que na época chamava Dona Onça JP (risos) !
Eu me diverti muito nessa página e tinha 8.000 pessoas na época.
Mas em 2014 o Instagram me conquistou.Era aquilo que eu queria, que eu gostava e transferi grande parte das pessoas da minha página para o meu “feed”, exclui a página e pensei… é essa minha rede! O Instagram é o meu lugar. E aí começaram as loucuras! “

Quando começou no Instagram ela viajava muito, dentro e fora do Japão. Seu público principal eram pessoas que gostavam de viagens assim como ela. Tudo estava dando certo, recuperada da depressão e com vários seguidores, suas redes estavam “bombando”.
De repente ela descobriu uma arritmia cardíaca e em seguida seu pai foi diagnosticado com câncer e tudo parou em sua vida novamente.

Laís parou com tudo, viagens, vídeos, sua vida parou e ela só chorava. Ficou assim por 2 meses e ela forte e determinada pensou:
“Chorar não vai adiantar nada! Quantas pessoas estão chorando hoje e eu não sei. Quantas pessoas estão tristes e eu não sei. Quero levar alegria e amor pra essas pessoas!
E voltei. Voltei com mais força. Voltei com propósito diferente. Voltei pra melhorar o dia de quem me assistia e para ajudar quem precisava!
Comecei dar dicas de produtos, dançar, mostrar comida, fazer palhaçadas, falar bobeira e abri a minha vida.“

Seu pai que ainda enfrenta o tratamento, está vivo. Grata aos médicos e a existência de medicamentos garante que vai durar mais uns 100 anos, em seu coração.
Foi então que oportunidades começaram a surgir. Pequenos comerciantes e lojas, começaram a propor parcerias. Ela ganhava os produtos e quando os produtos chegavam em sua casa ela tremia e pensava não estar pronta para proporcionar os resultados que seus parceiros esperavam. Ela não sabia o que fazer, não se sentia pronta e tinha medo das expectativas de seus parceiros.

Foi então que decidiu estudar o Instagram. “Investi em mim e no que amo! Na época não foi barato, mas contratei um italiano, especialista em Instagram que me ensinou tudo sobre os famosinhos algoritmos, estratégias e tudo que puderem imaginar sobre o Instagram.  Me aprofundei no assunto divulgação e pensei: Vou levar resultado pra essas pessoas, e levei.“

Segundo ela o objetivo de uma influencer não é somente levar seguidores para os parceiros de trabalho.
”O objetivo de uma influencer é divulgar. A divulgação é literalmente a alma do negócio.
Para seguir em frente, precisa divulgar. Principalmente em épocas difíceis como a que estamos vivendo, é preciso se destacar.

A divulgação de uma influencer é como o famoso “boca a boca”. Divulgação é como uma raiz que cresce pra todo lado. Divulgação é tudo pra um negócio.” diz Laís. Divulgação e publicidade, pode parecer uma tarefa fácil, mas não é. Exige tempo, concentração, estratégia, responsabilidade, transparência e credibilidade.

Dica para quem quer divulgar seu negócio através de influencers é:
“Escolha uma influencer que se encaixe ao seu nicho. Observe-a por um tempo, e quando fechar a parceria, peça todos os dados analíticos do Instagram incluindo estatísticas de público, quantidades de vizualizações em stories e cliques nos stories com sua propaganda, peça o alcance do feed, e quantidade de curtidas. Analise tudo e veja se está enraizando seu investimento.

Não se iluda com a quantidade de seguidore. Mais vale uma com 1000 seguidores reais, do que uma com 30.000 comprados.
Por isso a importância e a dica de pedir a todas elas um mídia kit com todas essas informações, e principalmente prints dos resultados das divulgações.“ diz ela.

Para as influencers sua dica é:
“Seja você! Seja você de verdade. Pare de se importar com números.Relaxe! Você ama fazer isso? Então não pare! Continue! Não desista!
Se espelhe em pessoas, mas não as copie, nenhuma influencer é concorrente da outra! Esqueça a competitividade e foque 100% no seu trabalho. O sol brilha pra todo mundo! Calma. Cada um tem seu espacinho. Todas temos públicos e pessoas diferentes, use sua influência não apenas para divulgação. Use para ser você, use para o bem, use para transmitir amor, use para ajudar o próximo seja lá de que forma. Use para distribuir amor, use com amor. Não se desespere atrás de parcerias, deixa rolar! Tenha paciência, continue seu trabalho de formiguinha, estude, mas principalmente não se esqueça de aproveitar essa oportunidade que você tem de lidar com o público e levar ao mundo, o que o mundo mais precisa: Ajuda, amor e carinho!”

Redes sociais   

Instagram: @lais.ricci

Curtir e Compartilhar: