Curtir e Compartilhar:

No dia 19/05 (domingo), a cidade de Kōbe fará um mega evento, conhecido como Kōbe Matsuri ou Kobe Festival, que já acontece há 49 anos consecutivos, recebendo sempre diversos turistas e grande parte da população local. Neste ano, é comemorado o 50° ano de cidade irmã com o Rio de Janeiro e para homenagear a cidade do Rio, o evento contará com a participação da escola de Samba, Copa Samba Team by Beija Flor Japan, organizada pela passista e professora Vanusa Santiago.

Kobe Festival 2018

Atualmente com mais de 50 alunos, dentre eles brasileiros e japoneses, Vanusa diz que costuma reunir dançarinos de todo o Japão para o evento, mas este ano contarão com a participação especial de alguns integrantes da escola de Samba Beija Flor, que virão especialmente para homenagear as duas cidades.

“Já temos mais de 130 participantes para a apresentação, mas tivemos o privilégio também de contar com a participação dos passistas, Cássio Dias e Thaís Ferreira. Também vamos ter a presença ilustre do figurinista Alex Castro, que trará as fantasias da comissão de frente. E para a Alegoria, vamos contar com o apoio e presença do Willian Mendonça que ficará responsável pelos carros alegóricos. A escola Beija Flor será homenageada por nós, pois completará 70 anos de existência.“ Disse a organizadora da escola.

Além das escolas de samba, o evento conta com cerca de 70 apresentações diversificadas, que serão feitas pelas ruas da cidade, dando início em frente à prefeitura, perto da estação de Sanomiya.

Kōbe fica localizada na província de Hyōgo e tem mais de 1.500.000 de habitantes. Além de ser muito famosa pelos portos, tem um papel importante para o centro econômico do país. Por ter muitas praias e morros, a cidade é popularmente conhecida como “Rio de Janeiro do Japão”. 

Vanusa diz que se sente muito honrada, pois seu grupo foi escolhido para fazer o encerramento do evento. “Isso mostra o quanto a cidade de Kobe valoriza a amizade com o Rio e para mim, que faço parte da Beija Flor do Brasil e tenho uma escola no Japão, ser intermediária dessa parceria está sendo muito produtiva, pois ambas cidades gostam da cultura do samba e carnaval.” 

Curtir e Compartilhar: