Curtir e Compartilhar:

SHIZUOKA – A Japan Railway Tokai (JR Tokai) iniciou na quarta-feira (10) os primeiros testes com o novo modelo de Shinkansen, N700S, equipado com um inédito sistema que permite o trem continuar a se locomover mesmo sem energia elétrica.

A nova tecnologia permitirá aos Shinkansens viajarem em situações de blecaute, comuns depois de catástrofes naturais. Isto será possível graças as baterias de íon-lítio que equiparão os novos modelos e tornarão o N700S independente da energia elétrica.

Segundo a rede de notícias NHK, é a primeira vez no mundo que um sistema de baterias íon-lítio é implantado em um sistema de transporte de alta velocidade.

Os testes de quarta-feira realizados em Mishima, província de Shizuoka, foram abertos a imprensa. Nos testes, o Shinkansen correu em uma situação de bleacaute, sem o apoio da rede elétrica.

Dos 16 vagões do N700S usados nos testes, 4 deles tinham baterias íon-lítio. Com elas, foi possível acelerar até 30 km/h e percorrer uma distância de 2 km. A JR Tokai não informou de quanto será a autonomia das baterias e quantas delas estarão nos vagões do novo N700S. Por se tratar de um teste, a JR ainda não testou o sistema em sua plena capacidade.

A expectativa da empresa é adotar o novo sistema antes das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio 2020.

A JR espera que “a adoção do novo sistema “ajude a assegurar a segurança dos passageiros, em meio ao risco da região de Tokai sofrer com grandes catástrofes”.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: