Curtir e Compartilhar:

O Japão despachou no sábado (11) para o Oriente Médio unidades das Forças de Autodefesa para garantir a defesa de suas embarcações na região.

As unidades japonesas saíram da base de Naha, província de Okinawa, e seguirão para o Oriente Médio, onde farão a vigilância nas proximidades da África, especialmente na costa da Somália. O objetivo é evitar a ação de piratas e possíveis atos terroristas contra embarcações comerciais e petroleiros do país.

Uma cerimônia especial ocorreu no sábado na base de Naha para iniciar as atividades de patrulha. O evento contou com a participação do Ministro da Defesa, Taro Kono, que discursou diante do pelotão. Houve também uma breve despedida do soldado de suas famílias.

O Japão enviou uma aeronave de patrulha marítima com cerca de 60 pessoas a bordo e pretende utilizá-la para coletar informações na região. Um destróier também será deslocado e chegará na região no dia 2 de fevereiro. O avião de patrulha já começará as suas atividades a partir do dia 20 de janeiro.

 

Curtir e Compartilhar: