Curtir e Compartilhar:

TOKYO – O Japão vai considerar a emissão de uma nova declaração de emergência depois que os governadores da região da capital solicitaram medidas para lidar com o aumento recorde de casos de Covid-19, disse o chefe de resposta à pandemia do país neste sábado (2).

O governo precisa consultar especialistas em saúde antes de decidir sobre uma nova declaração, disse o ministro da Economia, Yasutoshi Nishimura, a repórteres após uma reunião com o governador de Tokyo, Yuriko Koike, e líderes de três prefeituras vizinhas.

“O governo nacional e os três governadores compartilharam a opinião de que a situação na área de Tokyo está ficando mais grave, de modo que uma declaração de emergência pode ser necessária”, disse Nishimura.

Como medida provisória, os bares, restaurantes e karaokês na área de Tokyo devem fechar às 20h, enquanto os estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas devem encerrar os trabalhos às 19h, afirmou.

O primeiro-ministro, Yoshihide Suga, resistiu aos apelos para restabelecer o estado de emergência nacional, que o governo havia introduzido em abril durante uma onda anterior da pandemia. Suga deve falar publicamente em 4 de janeiro.

Ele se baseou no fechamento voluntário de empresas e restrições a viagens, em vez do tipo de medidas rígidas de bloqueio vistas em partes da Europa e dos Estados Unidos.

Tokyo aumentou seu nível de alerta com a Covid-19 em 17 de dezembro. Novas infecções na capital atingiram um recorde de 1.337 em 31 de dezembro e neste sábado chegaram a 814. Um recorde nacional também foi estabelecido na última quinta-feira, com 4.520 novos casos.

Fonte: Reuters / Foto: Kyodo

Curtir e Compartilhar: