Curtir e Compartilhar:

WASHINGTON – Japão e  EUA voltam a mesa de negociações na terça-feira (16) em Washington, capital dos EUA.

O principal tema de discussão será o déficit comercial americano. Em 2018 o total ficou em 67,6 bilhões de dólares. Depois de China, México e Alemanha, é o maior déficit comercial dos EUA.

O presidente Donald Trump já manifestou diversas vezes a sua insatisfação com a situação e cobrou do Japão a renegociação dos acordos comerciais, ameaçando taxas produtos japoneses como carros e alimentos.

Pelo lado japonês, o governo e as empresas do país alegam que muitas fábricas foram e estão sendo construídas nos EUA, contribuindo com a economia local. Elas pedem que o presidente não critique a situação apenas olhando para os dados financeiros.

Contudo, a posição de Trump não deve mudar. No mês passado ele discursou na Casa Branca e voltou a ressaltar que “a balança comercial com o Japão está muito desfavorável”. Ele ameaçou aumentar a produção de determinados produtos em solo americano e diminuir a dependência das importações vindas do Japão.

Além disso, o presidente americano considera que a principal causa da balança comercial desfavorável entre os dois países sejam os carros japoneses, e continua a estudar a opção de taxar a entrada de veículos do país em solo americano. Trump deve levar a ideia na reunião de amanhã.

Junto das discussões de produtos e importação, Japão e EUA devem discutir a cooperação na área de telecomunicações, setor financeiro, investimento, propriedade intelectual, remédios e câmbio.

Especialistas indicam também a possibilidade dos EUA pedirem ao Japão mais cautela na assinatura de tratados de livre comércio, especialmente com a China. O Japão tem promovido com seus aliados a ideia de livre mercado, em oposição ao protecionismo dos EUA.

No começo do ano Japão e União Europeia assinaram um tratado de livre comércio e o país pretende novos acordos com a China e outras 16 nações asiáticas. Os EUA não enxergam com bons olhos a atitude dos japoneses.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: