Curtir e Compartilhar:

O Ministério da Defesa informou na última quarta-feira(15) que enviou dois aviões de transporte e 70 funcionários das Forças de Autodefesa para se unirem aos esforços, com intuito de combater os devastadores incêndios na Austrália.
Dois aviões de transporte da Força Aérea C-130 e o pessoal deixaram a Base Aérea em Komaki na província de Aichi para se juntar a oito membros  já na Austrália. Suas principais operações serão transportar pessoal e suprimentos. 

Ryota Takeda, presidente da Comissão Nacional de Segurança Pública, ordenou a missão em nome do ministro da Defesa Taro Kono, que atualmente está visitando os Estados Unidos. 

Em uma reunião no ministério, Takeda pediu que o Força de autodefesa do Japão fizesse “o máximo esforço” pelos esforços de socorro.

“Enviaremos a Força de Autodefesa levando em consideração nosso relacionamento amigável e cooperativo com a Austrália, que é um parceiro especial”, disse o secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga.
Pelo menos 28 pessoas morreram nos incêndios que queimam todo o país desde setembro. Os incêndios florestais afetaram mais de 10 milhões de hectares de terra, uma área maior que a Coréia do Sul, com mais de um bilhão de animais que morreram nas chamas em vários estados do sudeste da Austrália.

Curtir e Compartilhar: