Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O governo do Japão estabeleceu na terça-feira (23) metas agressivas para reduzir a zero a liberação de gases do efeito estufa na segunda metade do século 21.

A decisão do governo busca alinhar o país com as diretrizes do Acordo de Paris, que tenta diminuir a emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa. O plano estabelecido pelo governo do Japão é de longo prazo e espera tornar o país uma “sociedade sem emissão de carbono”.

A meta até 2050 é de redução de 80% das emissões, zerando-as nos 50 anos seguintes, segundo relatório divulgado pelo governo. Para alcançar a meta, o Japão pretende incentivar o uso de fontes renováveis e veículos movidos à hidrogênio ou outras substâncias não poluentes.

No entanto, o uso da energia nuclear, que causa polêmica no país desde o acidente de Fukushima em 2011 segue na lista de fontes de energia e não deve ser retirada pelo governo. O comunicado oficial informa que “o uso da energia nuclear continuará sendo feito levando em consideração a segurança”.

O Japão tomará uma decisão final em relação ao relatório em junho, pouco antes do encontro do G20 que será realizado em Osaka.

Fonte: TV Asahi 

Curtir e Compartilhar: