Curtir e Compartilhar:

O percentual de mulheres médicas no Japão é de apenas 21%, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A pesquisa levou em consideração um total de 36 países, sendo que o Japão ficou na última colocação.

As três primeiras colocações ficaram com os países bálticos, Letônia (74%), Estônia (74%) e Lituânia (69%).

O Japão ficou próximo da Coreia do Sul, que possui apenas 23% de mulheres médicas.

Os resultados mostram que apesar das mulheres estarem aos poucos se inserindo no mercado de trabalho japonês, na área médica ainda há resistência por parte da sociedade japonesa, que enxerga o trabalho de médico como sendo para homens.

Curtir e Compartilhar: