Curtir e Compartilhar:

As Forças Terrestres de Autodefesa do Japão realizaram no domingo (13) o seu tradicional treino militar no Campo de Treino de Narashino, em Chiba.

Os exercícios são realizados todos os anos e contam com a participação de soldados do exército americano. Esse ano foram 70 militares dos EUA, que se juntaram aos 630 homens das forças japonesas.

A 1° Brigada Aérea do Japão participou do treinamento, com 2 mil homens realizando saltos de paraquedas. O exercício desse ano simulou um possível combate de retomada e defesa em uma ilha distante das grandes cidades japonesas.

Os soldados japoneses e americanos saltaram de uma aeronave da Força Aérea de Autodefesa do Japão à uma altura de 300 metros. Eles correrem em disparada logo depois de aterrissar, com o suporte em mar e terra da nova Brigada Anfíbia, criada com o propósito de lidar com situações de defesa de ilhas distantes.

Os militares usaram o veículo AAV7, criado para atuar em mar e terra. Ele deu suporte aos soldados que avançavam em direção ao objetivo pré-estabelecido no treino. Veículos de combate e tanques também participaram dos exercícios.

Todas as atividades foram acompanhadas de perto, pelo Ministro da Defesa do Japão, Takeshi Iwaya. Ele discursou frente aos militares e relatou os desafios futuros do país, com uma China cada vez mais ambiciosa e agressiva nos mares da região.

O ministro ressaltou a aliança militar com os EUA e reforçou a importância dos exercícios de defesa de ilhas distantes. O Japão pretende aumentar a quantidade de esquadrões ao sul do país, com a instalação de unidades especializadas no lançamento de mísseis em Amami Oshima em Kagaoshima e Miyakojima em Okinawa.

Fonte: Nihon TV, NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: