Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O Japão decidiu limitar as suas exportações de produtos químicos para a Coreia do Sul, como forma de retaliação aos recentes protestos de Seul em relação às críticas feitas aos sul-coreanos forçados a trabalhar em fábricas japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

O novo entrave entre os dois países piora as relações diplomáticas já deterioradas entre Tóquio e Seul.

Na madrugada de quarta-feira (10) representantes do Japão e da Coreia do Sul foram para Genebra, na Suíça, dialogar na Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre as recentes decisões japonesas.

O lado sul-coreano protestou contra o Japão alegando que as medidas tomadas por Tóquio visam apenas a Coreia do Sul, o que é uma infração contra as regras da OMC. Seul aproveitou para criticar a postura de livre comércio adotada por Tóquio durante a cúpula do G20, que não está sendo aplicada na prática, após o anúncio da regulamentação de exportações.

As declarações do lado sul-coreano terminaram dizendo que as ações do Japão tem impacto não somente para a Coreia do Sul, mas também para o mundo todo. Seul teme que as limitações impostas pelo Japão afetem as atividades das companhias coreanas que usam os produtos químicos japoneses.

Já o Japão se defendeu dizendo que a medida foi tomada pensando na segurança do país e que está sendo feita de acordo com as regras da OMC. Tóquio nega que seja uma medida de “proibição”, usando oficialmente o termo “regulamentação do comércio” para definir as limitações impostas à Seul.

O Japão ameaçou ainda que pode aumentar as restrições dependendo de como o governo sul-coreano reagir as medidas impostas. Assim como, há chances delas serem retiradas se a situação se tranquilizar.

Não é comum o Japão adotar posturas duras contra a Coreia do Sul, especialmente em casos que envolvem assuntos delicados, como o passado entre os dois países. As recentes decisões de Tóquio são uma consequência dos recentes casos de desentendimentos entre os dois países, com Seul chegando a exigir desculpas do imperador japonês pelas atrocidades cometidas pelo exército japonês na Segunda Guerra Mundial.

Fonte: NHK WEB NEWS, TV Asahi 

Curtir e Compartilhar: