Curtir e Compartilhar:

O Japão confirmou um recorde de 1.597 novas infecções por coronavírus na sexta-feira (7), à medida que os casos continuam a aumentar em todo o país, especialmente em áreas urbanas como Tóquio e Osaka.

Com a temporada de férias do Obon no Japão que começa na próxima semana, existe a preocupação de que o movimento de pessoas espalhe ainda mais o vírus.

O governo metropolitano de Tóquio relatou na sexta-feira 462 novos casos de infecção por coronavírus, pouco abaixo do registro diário de 472 casos confirmados na capital na semana passada.

O número de um único dia teve o total acumulado de Tóquio para 15.107.
A capital de quase 14 milhões de habitantes tem o maior número de infecções do país, que já registrou mais de 44.000 casos.

Os números diários refletem o total mais recente de informações por autoridades de saúde e instituições médicas.

Para tentar conter o risco de propagação do vírus, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, pediu aos residentes que evitem viajar durante o feriado.

Foto: Reuters

O governo metropolitano elevou seu alerta para a pandemia ao mais alto dos quatro níveis, o que significa que “as infecções estão se espalhando”.

Koike alertou que as autoridades de Tóquio podem declarar emergência se os números continuarem a aumentar e designou duas instituições médicas na capital para tratar exclusivamente pacientes com coronavírus com sintomas leves e moderados do outono. As primeiras instalações em Tóquio fornecerá 100 leitos para pacientes.

Osaka
A Prefeitura de Osaka confirmou na sexta-feira (7), 255 novos casos de coronavírus, quebrando seu recorde de casos diários pelo segundo dia consecutivo.

Okinawa
A Prefeitura de Okinawa também quebrou seu recorde diário na sexta-feira, relatando 100 novos casos.

 

 

Fonte: Kyodo News

Curtir e Compartilhar: