Curtir e Compartilhar:

Os japoneses são os que tem menos interesse em ter sucesso no trabalho, segundo pesquisa do Persol Research Institute.

Os resultados do levantamento foram divulgados no último dia 27 de agosto. A pesquisa foi realizada entre os meses de fevereiro e abril de 2019 em 14 regiões da região do Pacífico, que inclui o Japão, China, Austrália, Filipinas, Tailândia, Índia, Indonésia, entre outros países.

Ao todo foram coletadas 14 mil respostas de pessoas com idades entre 20 e 69 anos. Grande parte dos entrevistados moram nas principais cidades dos países abordados na pesquisa.

Em relação à vontade de ter sucesso na empresa, foi considerado uma escala de 5 pontos, onde a nota 5 representa uma “grande vontade de ter sucesso na empresa”. O país mais próximo da nota máxima foi a Tailândia, com 4,7 pontos, seguido das Filipinas com 4,6 e da Índia com 4,5. O Japão ficou em último lugar com apenas 2,9 pontos.

Quando o assunto é adquirir novos conhecimentos fora da empresa como aprender uma nova língua ou adquirir outra qualificação, os japoneses também não se saíram bem. Na maioria dos países da pesquisa, de 77% a 98% dos entrevistados disseram estar engajados nos estudos. No Japão, o percentual ficou em apenas 53,7%.

O centro de pesquisa responsável pelo levantamento creditou o resultado ao baixo crescimento econômico do Japão nas últimas décadas, além do fato que o salário dos trabalhadores japoneses pouco aumenta, mesmo que eles tenham sucesso na empresa. A falta de incentivos e benefícios faz com que os trabalhadores não se interessem por adquirir novos conhecimentos.

Para os responsáveis pela pesquisa, é preciso que a sociedade japonesa crie mais mecanismos para promover o esforço de seus trabalhadores e incentivá-los a buscar novos conhecimentos.

Curtir e Compartilhar: