Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO (IPC Digital) – O tribunal de Tóquio determinou que o Google exclua de seu mecanismo de buscas os resultados referentes à prisão de um dentista japonês, ocorrida há mais de cinco anos.

A decisão é inédita na história do Japão e é decorrente do processo que o dentista moveu contra o Google, alegando que os resultados das pesquisas dificultavam sua chance de reabilitação.

O dentista foi preso acusado de usar medicamentos ilegais em seus pacientes. Ele também argumenta que a condenação é temporária e que o Google não pode denegrir sua imagem gratuitamente. Já o gigante da internet se defende, afirmando que os clientes têm o direito de saber quem são os profissionais que os atendem.

Além da ação contra o Google, o advogado do dentista nega conceder entrevistas à imprensa.

FONTE: The Asahi Shimbun

Curtir e Compartilhar: